Itinerários foram modificados.

Em reunião, Semob e Prefeitura de João Pessoa apresentaram protocolo de retomada de transportes públicos.

Circulação de ônibus de João Pessoa será retomada nesta segunda-feira (6); veja o que muda Prefeitura Municipal de João Pessoa/Divulgação O transporte público de João Pessoa voltou a funcionar com 60% da frota, de segunda a sábado, das 6h às 19h a partir desta segunda-feira (6).

Nos domingos e feriados, não haverá circulação de ônibus.

Veja quais as linhas que começaram a circular. Veja como será o controle de passageiros, a higienização e as recomendações para usuários e operadores São 250 ônibus que irão funcionar com apenas 45% da lotação máxima de passageiros.

A frota foi divida em 40 linhas, 11 delas terão a rota modificada para atender a demanda de linhas que não irão retornar neste primeiro momento: Veja as linhas de ônibus que voltam a circular em João Pessoa Veja a mudança no itinerário de algumas linhas O uso de máscara é obrigatório para operadores e usuários do transporte coletivo.

Segundo o plano apresentado pela Prefeitura de João Pessoa e a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), os ônibus circulam com capacidade limitada.

O coletivo possui 50 cadeiras e somente um passageiro pode ficar em pé por metro quadrado, um total de 12 passageiros em pé.

Os ônibus podem circular com no máximo, 62 pessoas dentro do ônibus.

Os usuários que estiverem em pé precisarão se posicionar conforme marcação feita nos veículos, obedecendo a distância padrão como medida preventiva à Covid-19. Coronavírus: ônibus de transporte público de João Pessoa retornam 6 de julho As linhas terão indicação no para-brisas, avisando se passam na Lagoa, no Centro, para evitar que todos os passageiros se dirijam ao Terminal de Integração, no Varadouro.

Haverá um aumento do tempo de integração temporal, que passa dos 40 para 80 minutos e pode ser realizada em qualquer ponto, inclusive na Lagoa, para evitar aglomerações. Profissionais de saúde não terão mais linhas exclusivas.

Ao longo das próximas semanas, vai ser divulgado se os ônibus, aos domingos, serão liberados para uso destes profissionais. Esta é a primeira fase de retomada gradual das atividades, devido à nova fase de flexibilização, e ainda não tem prazo para sua conclusão.

É esperada a volta da circulação de cerca de 80 mil passageiros nesta primeira fase, dos 180 mil total da cidade.

Essa diminuição se dá pois estudantes estão sem aulas presenciais.